quinta-feira, 5 de março de 2009

..

S
S O S
S





O quê é a Língua
......................................................Senão o que
..............................................................Se fala ?

Se há pra para o para
Se há trem para coisa

................................................................Diga-me
...........................................Me diga:

Quê Língua se fala
..................................................Senão a que sai
............................................................Da boca?

Se há muita
...................................Ou
Se há pouca

A gente é o que se fala

Se o que se fala sai da boca,
Ou
..Somos o que diz

A Língua Regra
do Correta –Boca ?

Se tem menas lá pra gente
Se há nós para o status

O que de fato será
.......................................Certo ?
O que de fato é
......................................Errado ?

4 comentários:

Lorena Valaruco disse...

Poxa esse "poema" me fez lembrar a Aldete o 3º ano e o dia em que os meninos fizeram ela chorar na sala.

rsrsrsrsrs

Sabrina disse...

Pra mim tbem. Especialmente a parte do "menas". Eles insistiam em falar errado só pra provocar.

Guilherme Martins disse...

é um poema-revolta no fundo! uahsuash!


( se alguém percebeu bem ele tem o formato de uma língua mesmo!) !!

Ohhhhhhhhhhhhhhh!

Lídia disse...

dependi

vareia

oçila

"Aqui não há Lei. Não há nada. Só há nós. Nós somos a Lei."